“♫ ıllııllııllı - Na minha vida muita coisa aconteceu, descobrir o reggae foi um presente de Deus.”

♫ ıllııllııllı - Na minha vida muita coisa aconteceu, descobrir o reggae foi um presente de Deus.

Clamo todos os dias para que minha alma nunca si afaste de Jah

Clamo todos os dias para que minha alma nunca si afaste de Jah

  • - Boa noite

Ele te nota. Te faz cócegas. Te liga. Te manda sms. Te beija na testa. Deixa você subir primeiro no ônibus e segura a sua mão pra atravessar a rua. Te escuta. Te aguenta. Te ajuda. Te faz rir. Te irrita. Ele te entende e você se pergunta “como?”
Mayara Pareja (via idealizar)

14.340 notas

♫ ıllııllııllı - Na minha vida muita coisa aconteceu, descobrir o reggae foi um presente de Deus.

Às vezes eu quero que tudo se foda, sabe? Quero te esquecer, seguir em frente com a minha vida, e não lembrar mais de você. Mas é uma contradição comigo mesmo; por que eu não quero te esquecer, não quero que você se torne mais uma pessoa que simplesmente passou na minha vida e foi embora. Eu quero insistir em você, em nós. Você sabe, eu sou muito filho da puta, erro pra caralho. Mas, porra, eu amo você. Tá doendo muito tudo isso o que você está fazendo comigo. E ainda mais com essa distância que me impede de te ver, de fazer com quê tudo isso mude e que a gente volte a ser o que éramos tempos atrás. Eu simplesmente acho que você não me ama mais, e porra é isso o que mais me dói. Não saber o que você sente por mim. Se é rancor, ou então, amor. Tá foda pra caralho continuar assim sem você. Acordar todos os dias e não ter, se quer, uma mensagem sua. Te ligar, e você não atender; ir atrás, e você não me corresponder. Essa dor tá afetando o meu corpo inteiro, até o meu cérebro se bobear. Eu só quero que você pare com essa paranoia de dizer que tenho outra, que eu sou feliz e consigo viver sem você, por que eu, sinceramente, não consigo ficar sem ti. É ruim pra caramba deitar a cabeça no travesseiro e não conseguir dormir por ficar pensando em você, e ficar imaginando que eu poderia estar falando contigo, dando altas risadas e tudo mais o que a gente sempre fez. Eu só queria que tudo voltasse a ser como era antes. Queria que você brigasse comigo o dia todo, ficasse “de mal” de mim a tarde inteira, pra depois, a noite, me ligar e dizer: eu te amo, e não quero ficar sem você. O quanto a gente já chorou junto, você se lembra? Acho que não, né? O quando a gente já riu junto, o quanto a gente fez planos. Dos tipo: “Você vai me esperar durante dois anos?” “Te espero a vida inteira, se precisar.” Só de pensar que isso pode ter se perdido, me dá uma agonia danada. E o foda é que eu sou o culpado de tudo isso. Pois, talvez, eu sou quem não dá valor, quem não sabe amar. Só que… Eu tento consertar tudo isso, só que, porra, você não ajuda e é isso o que fode mais em tudo. Só me responde pra me xingar, pra tacar na minha cara a porra do rancor que tu tem por mim. Sabe, eu só queria que… A gente ficasse junto. Junto de uma vez por todas.
Yeah, I’m fucked up again. Luke  (via heroina-moderna)

735 notas

E eles me continuam me chamando de dramático, apesar de tudo. Engulo a dor, a garganta dói, oculto a tristeza, o sorriso mais falso e frágil do mundo. Não aprendi a esconder a tristeza que existe dentro dos meus olhos, quem olha para eles sabe da verdade. Ninguém me entende, ninguém sabe dos meus problemas, eles não sabem o quanto os meus pensamentos e sentimentos são capazes de me torturar. Eles julgam ser drama, apesar de tudo. Ninguém vive a minha vida, ninguém está na minha pele, ninguém é eu, ninguém me entenderia, nem eu entendo, que ironia. Eu sei que eu sou dramático, porque sou obrigado a conviver vinte e quatro horas comigo, eu sei quem eu sou quando ninguém está olhando, eu sei quem eu sou quando todas as luzes se apagam e eu só consigo pensar em uma pessoa, eu sei qual é o motivo de cada lágrima que escorre dos meus olhos. E eles, bem, eles não sabem de nada.
Cristian. (via oescritor)

727 notas